RECEITAS INFO. | DÚVIDAS
 
Como tirar partido do ciclo
O que comer na fase pré-ovulatória? Como amenizar a síndroma pré-menstrual? Saiba como tirar proveito das diferentes fases do ciclo menstrual, para se sentir melhor durante o mês inteiro e, claro, ficar ainda mais bela.

Todos os meses, a mulher passa por transformações hormonais que interferem no seu bem-estar e aparência. O ciclo menstrual, que dura de 28 a 35 dias, pode alterar a pele, os cabelos e até as unhas, para além de provocar as conhecidas mudanças de humor e falta de disposição.
Fique atenta às indicações que se seguem, para saber como avaliar as alterações de cada fase do ciclo. Vale a pena assinalar que as etapas são analisadas a partir do primeiro dia de menstruação e aplicam-se às mulheres com ciclos menstruais regulares – que ocorrem de 28 em 28 dias – e que não utilizam anticoncepcionais à base de hormonas.

FASE PRÉ-OVULATÓRIA (1º AO 10º DIA)

Como não houve a fecundação do óvulo, há uma descamação do revestimento do útero e, consequentemente, ocorre a menstruação. Neste período, a mulher chega a perder 200 ml de sangue. A vagina fica mais húmida, provocando a sensação de lubrificação. Normalmente, os sintomas de tensão pré-menstrual diminuem e até desaparecem. Por isso, aproveite para insistir em alguns tratamentos e evitar outros.

TRATAMENTO DA CELULITE

Com o início da menstruação, a retenção de líquidos diminui, o corpo desincha, os rins e o intestino passam a funcionar melhor.
Dê continuidade aos tratamentos anti-celulite, quer através de cremes específicos quer com tratamentos estéticos, como a endermologia ou a mesoterapia. O primeiro faz uso de um equipamento de sucção, que associa a drenagem linfática e os ultra-sons, para reduzir o inchaço e deixar a pele mais lisa e uniforme. No segundo, aplicam-se substâncias químicas na pele, que actuam no edema e na gordura, ajudando na circulação sanguínea e melhorando o aspecto de casca de laranja.

ALIMENTAÇÃO CUIDADA

Consuma mais carne vermelha, preferencialmente acompanhada de frutos cítricos, que ajudam na absorção do ferro. Os nutricionistas ainda sugerem que se deve ingerir leguminosas secas e vegetais de folhas verde-escura. No entanto, evite o leite e seus derivados nas refeições principais, porque o cálcio dificulta a absorção do ferro.

ESQUEÇA A DEPILAÇÃO

A pele fica extremamente delicada, por isso, é desaconselhável fazer depilação, limpeza de pele ou tirar as sobrancelhas.

UNHAS QUEBRADIÇAS

Devido à descida dos estrogénios – hormona feminina –, as unhas ficam mais quebradiças.
Consulte um especialista, que pode receitar-lhe complexos vitamínicos. Procure, igualmente, evitar vernizes e utilize bases que ajudam a fortalecer as unhas.

FASE OVULATÓRIA (11º AO 19º DIA )

Esta é a fase em que o útero se está a preparar para a chegada do óvulo maduro e fecundado. É, por isso, o período mais fértil da mulher. Se não quiser engravidar, atenção redobrada! Geralmente, é a fase em que todos os desconfortos desaparecem e a mulher se sente bem com a vida.

PELE MACIA

Com as glândulas sebáceas controladas, os tratamentos estéticos são mais eficazes. Invista em máscaras faciais e corporais. A máscara à base de cacau promove uma renovação celular, limpando profundamente a pele e removendo as células mortas.

PRONTA PARA SEDUZIR

O aumento dos níveis de estrogénios faz com que a mulher fique mais atraente e, consequentemente, se sinta mais interessada em sexo.
Seduza! Prepare-se para uma noite especial. Trabalhe com os cinco sentidos, imagine a noite perfeita e coloque todas suas as fantasias em prática.
Tacto – Aplique um creme corporal com a fragrância da sua preferência. Vista uma camisa de noite sensual, para que o seu parceiro possa tirá-la.
Olfacto – Espalhe pelo quarto essências de chocolate, morango ou outras do seu gosto.
Paladar – Prepare alguns alimentos afrodisíacos, para comer antes, durante e depois...
Audição – Coloque uma música que estimule a sedução. Pense no que gostaria de dizer e ouvir.
Visão – Decore o quarto com cores que dêem prazer.

FASE PÓS-OVULATÓRIA (20º AO 28º DIA)

É o período em que sobe o nível de progesterona, hormona que pode provocar irritabilidade. Ocorre, normalmente, 6 a 10 dias antes da menstruação. São aqueles dias de profundo mau humor, ocasionados pela famosa SPM – síndroma pré-menstrual. Entre os sintomas mais comuns, destacam-se irritação, depressão, ansiedade, compulsão, cólicas, inchaço, dores de cabeça e peso nas pernas.

À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS

Nesta fase, a mulher costuma ficar mais irritada, desanimada ou até mesmo depressiva. A SPM não é fácil e todas as mulheres sofrem – umas mais, outras menos – com isto. De acordo com os médicos, se é uma daquelas que mais sofre com a SPM, deve procurar ajuda.
Procure orientação médica. Os níveis de cálcio, magnésio e potássio podem cair. Segundo os especialistas, apenas com um anti-depressivo leve ou com suplementos vitamínicos, o mal-estar pode ser aliviado. A quantidade vai depender do nível de stress em que a mulher se encontra.

ALIMENTAÇÃO DE QUALIDADE

A qualidade da alimentação é fundamental para amenizar os efeitos da SPM, tanto para suprir a necessidade de alguns nutrientes vitais, como para evitar os ataques descontrolados ao frigorífico.
Fraccione as refeições em cinco ou seis vezes. Dê prioridade aos hidratos de carbono complexos, como cereais, soja, fibras e alimentos integrais. São ricos em vitamina B6 (que ajuda na produção de serotonina, ligada ao bem-estar), além de propiciarem uma sensação de saciedade maior, diminuindo a compulsão por doces. Consuma leite e derivados (de baixa concentração de gordura), mas não durante o almoço e jantar.

PRATIQUE EXERCÍCIO FÍSICO

A actividade física regular ajuda a melhorar os sintomas da síndroma pré-menstrual, pois liberta endorfinas, que são as hormonas da felicidade e do bem-estar. Portanto, intensifique as actividades cardiovasculares, como caminhadas, passadeira e bicicleta, que dão a sensação de leveza.
Para as iniciadas na actividade física, o recomendável é duas vezes por semana, durante 15 a 30 minutos; as mulheres que praticam exercício ocasionalmente podem aumentar o ritmo para três vezes por semana, de 30 a 40 minutos; quem treina há mais tempo pode fazer cinco vezes por semana, durante aproximadamente 30 minutos.

PELE OLEOSA E CABELOS SEM VIDA

O estímulo das hormonas sexuais – estrogénios e progesterona – propicia um aumento da oleosidade nos cabelos, podendo até causar a sua queda.
Para ajudar a diminuir o oleosidade, reforce a sua ementa com alimentos que contenham vitaminas A e C, como cenoura, beterraba e laranja. Se o caso for muito grave, recomenda-se a consulta a um especialista.
Devido às mudanças no pH da pele, as glândulas sebáceas ficam mais activas, acentuando a oleosidade. Resultado: pontos negros e borbulhas extra.
O que fazer? Utilize sabonetes e loções tónicas para a pele oleosa. A mulher deve também optar por um filtro solar menos oleoso e, à noite, aplicar ácidos retinóicos e glicólicos.

DORES LOCALIZADAS

As cólicas abdominais são a maior reclamação das mulheres, nesta fase. Entretanto, dores musculares e de cabeça também são bastante frequentes.
Uma sessão de acupunctura para aliviar as dores e equilibrar a circulação de estrogénios no sangue. Com isto, o fluxo fica mais regular e as cólicas desaparecem.

RETENÇÃO DE LÍQUIDOS

A acumulação de líquidos no organismo, que está relacionada com o aumento da progesterona, pode fazer com que a mulher engorde até dois quilos. Geralmente, há inchaço nas ancas, seios e barriga.
A drenagem linfática é uma óptima solução para se livrar do peso extra. A frequência deve ser de duas vezes por semana. Além disso, evite os alimentos pré-cozinhados, conservas e temperos prontos, que apresentam uma elevada concentração de sal, bem como refrigerantes light ou diet e água com gás.


Artigo publicado na SAÚDE E BEM-ESTAR nº 168 / Abril 2008


Mais notícias

2007 Terra Pura . Todos os direitos reservados - Hosting PapelDigital.eu